quinta-feira, janeiro 08, 2009

Iniciadas obras para adequar o Itabunão ao Estatuto do Torcedor

Depois de uma vistoria realizada pelos secretários de Administração, Gilson Nascimento e de Desenvolvimento Urbano, Fernando Vita, que estiveram no Estádio Luiz Filho, o prefeito Capitão Azevedo determinou a realização de obras emergenciais para adequar o Estádio Luiz Viana Filho, o Itabunão, às exigências do Estatuto do Torcedor. Sem as obras, que terão um custo de R$ 40 mil, o Itabuna Esporte Clube não poderia estrear no Campeonato Baiano 2009, dia 18, contra o Bahia, uma vez que o laudo do Corpo de Bombeiros apresentava restrições de segurança ao estádio local.

O secretário interino de Esportes e Cidadania, José Alcântara Pellegrini informou que através de uma tomada de preços está sendo contratada uma empresa que terá como missão concluir no prazo de uma semana, a colocação de 300 metros de tela de proteção ao longo do fosso que separa as arquibancadas do gramado. A obra complementa aos 80 metros de alambrados já instalados em frente à tribuna de honra.
Ele explica que a mesma empresa também vai atender a duas outras exigências de segurança: implantar a cobertura dos túneis de acesso ao gramado e a proteção dos bancos de reserva. Uma outra medida já adotada é a de proibição de estacionamento de veículos no subsolo do estádio, que para voltar a ser utilizado terá de contar com mais uma saída de emergência a ser implantada ainda esse ano.
Solução - Alcântara ressalta que como especialista em educação física e desportista o Capitão Azevedo se mostrou sensível ao problema e determinou ações imediatas para a sua solução: “As obras estarão concluídas no prazo de uma semana e com isso o Itabunão poderá ser liberado já na próxima inspeção do Corpo de Bombeiros, que deverá encaminhar à documentação para a Federação Baiana de Futebol”.
Um outro aspecto observado por ele, é que a questão da interdição do estádio vinha preocupando aos dirigentes do Itabuna, que temiam prejuízos na partida de estréia, bem como o aumento das despesas do clube com viagens, hospedagens e alimentação dos atletas para jogar em campo neutro e sem o apoio da torcida. A FBF propôs a realização dos jogos do Itabuna em Vitória da Conquista, Ilhéus e até em Salvador, que fica a mais de 400 quilômetros de Itabuna.
O diretor da Divisão de Esportes, Paulo Roberto Rezende explica que com estas medidas o Itabunão está em condições de uso, uma vez que vestiários, cabines de rádio, tribuna de honra, sanitários e arquibancadas já foram recuperados e estão em condições adequadas de funcionamento. Para a estréia do Itabuna, a Secretaria de Esportes vem executando com recursos próprios a revisão da parte elétrica, com o teste do sistema de iluminação já em funcionamento e com a roçagem do gramado. (Fonte: Ascom da Prefeitura de Itabuna)