sexta-feira, janeiro 09, 2009

Municípios atualizam dados de Saúde e Educação

No início deste ano, os municípios brasileiros – juntamente com o governo federal – terão a tarefa de atualizar as informações básicas sobre saúde e educação no cadastro do Programa Bolsa Família. Para isso, as ferramentas tecnológicas disponibilizadas pelos municípios terão grande importância. O chamado Cadastro Único contará com um novo formulário on-line, onde serão divulgados números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além da verificação imediata das alterações.

A meta é aumentar o número de informações acerca dos serviços básicos e acompanhar as famílias que descumprem as condicionalidades do Programa. As famílias com menor poder aquisitivo que compõem o Bolsa Família têm acesso preferencial aos serviços públicos e com a atualização dos dados no Cadastro Único elas garantem a permanência mínima de dois anos dentro do Programa.
Muito além de uma ajuda financeira, os municípios podem proporcionar benefícios maiores às famílias presentes no
Programa Bolsa Família. A ampliação da escolaridade, a alfabetização de jovens e adultos e a qualificação profissional são possíveis ações municipalistas em prol desses cidadãos para uma maior interação na sociedade.
A Confederação Nacional de Municípios (CNM), por meio da área de Desenvolvimento Social, acredita que, com a priorização da atualização dos dados para o Cadastro Único, os municípios têm como se beneficiar com estes dados em outras secretarias. Os gestores municipais são os representantes da sociedade perante o Programa Bolsa Família. (Fonte: CNM com informações do MDS)